Centro de mesa com garrafas de vinho

Tenho visto essa ideia com frequência, e, apesar de simples, acho encantadora. Usar garrafas de vinho vazias como centros de mesa. Basta enchê-las com água e fazer belos arranjos de flores. Não fica lindo?

Para uma festa de casamento em casa, em um restaurante ou ainda no campo pode ser uma boa. Isso porque não tem o luxo e a grandiosidade daqueles arranjos de mesa magníficos feitos com flores, claro. Mas tem um lado rústico que é um charme, não?

Bem, para quem não quer usar no casamento, fica a dica para enfeitar a mesa do jantarzinho pós-casada, quando for receber seus convidados na casa nova ;)

Um beijo,

Sofia.

Comentários a " Centro de mesa com garrafas de vinho ";

  1. You’ll be able to definitely see your experience while in the function you compose. The entire world hopes for even more passionate writers including you who are not afraid to mention how they feel. On a regular basis comply with your heart.

  2. Sercan disse:

    Bem vindo ao mundo real meu caro. Isso se chama “Pega ote1rio”. Quase sempre fonciuna com os apressados que ne3o param pra pensar no que te3o fazendo…..

  3. Gabi Alberti disse:

    Eu já estou juntando as minhas!! Vou me casar em julho!! :))) Acho liindo demais!!! Bjoooos

  4. [...] as fotos e simplesmente me apaixonei! Lembra do post sobre fazer arranjos de mesa com garrafas de vidro? Pois a dica agora é: usar estas garrafas com flores e dar aos convidados como lembrancinha de [...]

  5. Marcela disse:

    Bom dia Sofia!!!

    Realmente fica charmoso decorar com garrafas. que bom descobrir que não estou só nesta idéia, já estou juntando as garrafas de vinho para meu casório!!! Bjos

    • Sofia disse:

      Isso aí, Marcela!!!!! Você não está sozinha nesta ideia, não. Estou totalmente com você! rs.
      Um beijo, Sofia.

      • Sri disse:

        Le Vin valeu pela referencia!Pois e9, je1 teneti agua quente e como o marcos falou, geralmente sai…geralmente tb nao sai! rsO tranfer li em algum forum, que amarela rapidamente o rotulo!Porem, contava que o Carlos “Nespresso” Reis tivesse o tal transfer para eu fazer um “test drive”! :)

  6. Desire :) disse:

    Oi Sofia, realmente é uma idéia encantadora!Fica simples, porém delicado! Agora lá vou eu atrás da garrafas para colocar lá em casa..hehe Beijos

    • Sofia disse:

      Desire, eu também já comecei a guardar garrafas de vinho! hehehe.

      • Bicha disse:

        Meu pai costumava comarpr vinhos e comente1-los sempre. Apesar de nao possuir um vasto conhecimento sobre eles, depois que comecei a estudar um pouco mais, descobri alguns rf3tulos muito interessantes que havedamos consumido… o tempo foi passando e hoje procuro ler mais e mais, e me descobri um apaixonado por vinhos…Um vinho que marcou foi o Los Haroldos Torronte9s 2006, justamente pelo fato da Familia Falasco ser uma vinedcola ne3o muito considerada na Argentina. Ne3o esperava muito da garrafa, mas realmente me surpreendi, encontrando uma quitanda inteira, abacaxi, manga, maracuje1 e outras frutas tropicais. Deixei evoluir e ate9 esseancia para narguile apareceu… fiquei surpreso e adorei o vinho! Fica uma sugeste3o para um jantar leve entre amigos!Abrae7os Casal!Thiago A

    • Pankaj disse:

      voltei…Devo meu inicio no mundo do vinho ao cololr de mello!! Isto mesmo, ne3o por freqfcentar a casa da dinda..longe disso..mas ao fato dele ter aberto o mercado brasileiro de importados. Nos anos 90 comecei no mundo dos vinhos bebendo drogas pesadas :o) o famoso vinho de garrafa azul!! Ne3o tinha um casamento, batizado ou ate mesmo funeral que ne3o o servisse gelado. Depois vieram os valpolicellas BOLLA e alguns anos depois surgiu os vinhos varietais da miolo, ai je1 era final dos anos 90…abrae7os,

  7. Camila disse:

    Curti muitooo isso!
    Um charme mesmo.

Responder


Precisa de ajuda?    e-mail: redacao@casamentoclick.com.br

Informação sobre Casamentoclick Brasil.com.br:   Contatos | Redação | Acesso a empresas | Sugestões | Quer trabalhar conosco | Anuncie no Casamentoclick

© 2000-2011, Casamentoclick Brasil.com.br Todos os direitos reservados | Política de Privacidade | Mapa de Navegação